Coordenadora executiva fala ao Sul21 sobre lançamento da Ação Coletiva Comida de Verdade

4 de agosto de 2020

A coordenadora executiva da “Ação Coletiva Comida de Verdade: aprendizagem em tempos de pandemia”, Potira Preiss, concedeu na última semana entrevista ao jornal Sul21, em matéria que trouxe um panorama sobre a  iniciativa lançada na sexta-feira (31), durante o seminário “Covid-19 e sistemas agroalimentares no Brasil: quais as saídas para um futuro melhor?”.

Com transmissão ao vivo na página do Facebook da Ação Coletiva, o seminário foi marcado por amplo diálogo entre saberes do campo e da cidade que atuam na busca pela soberania alimentar e teve expressiva repercussão pública. Foi o primeiro de uma série a ser realizada com o intuito de fomentar o debate público, político e acadêmico sobre os impactos do coronavírus nas condições de produção e acesso aos alimentos adequados e saudáveis no Brasil, bem como identificar e compreender as experiências de abastecimento alimentar protagonizadas por movimentos sociais do campo e da cidade, organizações populares e coletivos formais ou informais que têm garantido que a comida de verdade chegue à população.

Na reportagem, Preiss explicou que a Ação Coletiva pretende “aprofundar as reflexões e trocas entre atores diversos que protagonizam, articulam e estudam os sistemas agroalimentares, sejam aqueles que estão na frente da produção e comercialização enfrentando os desafios que a pandemia traz, as organizações que exercem papel fundamental em facilitar o fluxo dos alimentos entre o campo e a cidade, ou mesmo os estudiosos que se dedicam a compreender os impactos sociais e políticos do que está acontecendo”.

Leia a íntegra da matéria veiculada no Sul21.

Foto: Acervo do Portal Sul 21
Fonte: Ascom/Ação Coletiva Comida de Verdade, com informações do Portal Sul 21